Viagem para Budapeste – Hungria: Conheça a cidade mais bonita da Europa

Budapeste, na Hungria, é considerada a cidade mais bonita de toda a Europa e uma das mais visitadas também. Por ter passado por uma história bem sofrida, com a segunda guerra mundial, a Hungria traz muitas histórias sobre a época.

Os turistas, hoje, podem aproveitar, uma bela infraestrutura e os campos de flores que existem por todo o país. Se conhecer a Europa é o seu sonho, não deixe Budapeste fora da sua lista.

Viagem para a Hungria
Viagem para a Hungria

Por que viajar para Budapeste – Hungria?

A cidade mistura modernidade com a sua antiga história que começa no século 1 a.c. habitada por um grupo de celtas e anos depois, por um grupo de romanos que começaram a construir diversas casas e comércios por toda a cidade. Com isso, os dois grupos formaram, no local, duas pequenas cidades chamadas Buda e Peste.

Budapeste - Hungria
Budapeste – Hungria

— Temos uma grande procura e interesse por esse tipo de roteiro sobre nosso passado confirma a guia Éva Kleyer, especializada em roteiros particulares pela capital húngara. — Muitos turistas visitam Budapeste justamente com esse foco nas lembranças do regime comunista, principalmente pessoas mais jovens e vindas dos Estados Unidos. E basta olhar com mais atenção para os monumentos a céu aberto, como os que estão no entorno do Parlamento, para ter contato com essa parte da nossa história.

O que fazer em Budapeste – Hungria?

Apesar do principal objetivo da viagem girar em torno da história que a região possui, Budapeste oferece muito mais aos turistas. Além dos visitantes não precisarem de visto até 90 dias, não é possível entrar no país sem um Seguro viagem.

Também é possível adquirir um cartão da cidade que dá aos turistas, acesso ilimitado em transportes públicos, entrada grátis em 19 museus e 50% de desconto em shows, passeios de barco e banhos termais.

Separamos um roteiro de viagem, para você que quer conhecer a cidade de perto:

Castelo de Buda

Localizado a 170 metro do chão, o castelo de Buda, é o principal ponto turístico da região e pertencia aos reis da Hungria. Dentro do castelo é possível se deparar com várias atrações como teatro, exposições, museus, igreja e até com um labirinto que possui mais de 10 km de extensão.

Castelo Budapeste
Castelo Budapeste

Ponte das correntes

Construída para a unificação das cidades, a ponte das correntes é o belo cartão postal da cidade, totalmente iluminada e com leões esculpidos em toda a sua extensão.

Antes da ponte, só era possível atravessar a cidade com um barco ou, em invernos intensos, andando pelo rio congelado. A ponte foi bombardeada durante a segunda guerra mundial e reconstruída em 1949 e em sua primeira construção, era feita de correntes de ferro.

Museu do terror

O museu é considerado o mais importante do mundo e tem esse nome, pois apresenta uma história chocante.

Depois da perda de mais de 40 % de toda a população, durante a guerra, o edifício passou a ser palco de opressão militar e tortura. E, apesar de ter uma carga muito pesada, é muito importante conhecermos e sabermos sobre o que aconteceu na época.

Descendentes de Húngaros, muitas vezes, acabam até mesmo se emocionando ao conhecer a história de perto.

Águas termais

Com o maior sistema de águas termais do mundo, Budapeste, consegue encantar os turistas e garante que a água possui propriedades curativas. A Terma Szechenyi, por exemplo, é o local mais procurado pelos visitantes.

Morrison’s 2

Budapeste também oferece uma vida noturna incrível, a balada Morrison’s 2 é bem conhecida por ter um labirinto que te leva a todos os estilos musicais, além de ter um bar exclusivo na parte de cima do edifício.

No verão, também é possível participar de festivais como Sziget Festival (Festival da Ilha) que acontece na ilha Danúbio já há mais de 25 anos!

Conquiste sua viagem!

Budapeste também é muito requisitada por ser a viagem europeia mais econômica do mercado, até mesmo os seus pontos turísticos possuem valores bem acessíveis. Você pode se hospedar no centro histórico, ou optar por albergues, hostels ou apartamentos.

Os bares no Distrito Judeu também chamam atenção pela localização, o Distrito foi completamente isolado do resto da cidade, na segunda guerra mundial e hoje possui vários bares, que começaram a surgir a partir dos prédios que estavam abandonados.

Bares Hungria
Bares Hungria

Também é possível caminhar com segurança por toda a cidade, principalmente pelo calçadão da Váci Utca, com várias lojas, restaurantes e cafeterias à sua disposição.

Apesar de a Hungria possuir uma história marcante, vale muito a pena visitar o país e descobrir como é possível se reerguer mesmo depois de muitos desastres e lutas intensas. Budapeste traz aos seus turistas exatamente essa sensação, de uma beleza construída e revitalizada em meio ao caos.

Quer saber como viajar para Budapeste – Hungria? conte com a gente para tirar todas as suas dúvidas e te ajudar com a viagem dos seus sonhos.

By: Rede Turística